NOTÍCIAS DO BLOG

Como usar o FGTS para compra de imóvel?

21/11/2017 - Dicas e Lazer

Está querendo realizar o sonho de comprar a casa própria para garantir mais estabilidade, segurança e conforto para você e sua família?

Não consegue poupar dinheiro suficiente ou não encontra uma proposta de empréstimo atrativa que caiba no seu orçamento? O FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) pode ser uma saída para tornar o seu sonho realidade. 

Muitas pessoas não sabem que podem utilizar o FGTS para comprar imóvel, mas o recurso pode ser usado para adquirir uma residência pronta ou um imóvel em construção.

Confira a seguir o conteúdo que criamos para você entender como usar o FGTS para quitar a entrada de uma casa ou apartamento ou para amortizar as suas prestações.

Verifique se você cumpre todas as exigências para usar o FGTS para comprar imóvel

O primeiro passo para poder utilizar o FGTS para comprar um imóvel é saber se o seu caso se encaixa nas condições estabelecidas para tal finalidade. São elas: 

  • trabalhar com carteira de trabalho assinada durante pelo menos três anos, sem necessariamente ser de maneira contínua e na mesma empresa;
  • não ser um potencial comprador ou proprietário de imóvel residencial em qualquer parte do território nacional financiado pelo SFH (Sistema Financeiro de Habitação);
  • ?não ser proprietário de imóvel residencial na cidade em que deseja comprar a casa ou apartamento;
  • morar ou trabalhar na cidade onde o imóvel a ser comprado está localizado;
  • se o imóvel já estiver financiado e o FGTS for usado para amortizar as prestações, é preciso estar com as parcelas do financiamento em dia, na data em que solicitar o saque do recurso;
  • o solicitante precisa ser titular ou coobrigado no financiamento em que o FGTS será usado para quitar parte do valor das prestações.

Saiba quais são os impedimentos de usar o recurso

Mais do que se encaixar nas exigências preestabelecidas, é preciso também atentar para os impedimentos que podem acabar com as chances de utilizar o FGTS para comprar a casa própria:

  • não é possível usar o recurso para comprar imóvel comercial ou um terreno onde já haja uma construção em curso;
  • não é permitido utilizar o recurso para comprar materiais de construção, fazer reformas ou ampliações de obras já finalizadas ou em andamento;
  • o FGTS não pode ser usado para adquirir residência de terceiros como de cônjuges ou parentes.

Providencie a documentação necessária

Caso você cumpra todos os requisitos citados anteriormente, basta reunir os seguintes documentos para apresentar ao banco:

  • certidão de nascimento;
  • RG ou carteira de motorista;
  • CPF (Cadastro de Pessoas Físicas);
  • certidão de estado civil (caso seja casado, tenha união estável ou seja divorciado);
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) para averiguar o tempo de trabalho sob o regime do fundo;
  • comprovante de residência atual, como conta de energia, água ou gás, com, no máximo, três meses de vencimento; 
  • extrato de conta vinculada ao FGTS;
  • Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física — DIRPF (se o solicitante for casado ou estiver em união estável, é preciso apresentar a DIRPF de ambos os cônjuges/companheiros);
  • documentos do imóvel que será adquirido (certidão de matrícula e cópia do IPTU).

Escolha um imóvel dentro do valor máximo de compra

Para que você possa utilizar o fundo na compra da sua casa própria, o imóvel deve custar, no máximo, R$ 950 mil, nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal, ou R$ 800 mil, nas demais localidades. O montante é determinado por lei ajustada pela última vez em 2016, após três anos sem atualizações.

Faça um bom investimento 

Escolher o imóvel ideal e solicitar o saque do FGTS para realizar o sonho de comprar a  casa própria é uma missão séria que merece atenção e muita dedicação. Antes de bater o martelo, escolha uma construtora, corretores ou imobiliária idônea e reconhecida no mercado, pesquise e negocie preços e formas de pagamento para não gerar sérios problemas e evitar frustrações. 

O valor disponível do FGTS geralmente não cobre o custo total do imóvel desejado, mas somente ajuda a quitar a entrada ou amortizar o valor da parcela. Por isso, é necessário calcular as taxas de juros e os tipos de financiamentos para ter certeza de que está escolhendo a melhor opção. O investimento precisa caber no seu orçamento para não comprometer as suas finanças. 

Além disso, visite o imóvel para avaliar as suas reais condições, verifique se a metragem realmente vai atender às necessidades da família, pergunte aos moradores da região e aos vizinhos sobre a segurança do bairro, certifique-se de que a localização do imóvel é conveniente para atender a demanda do seu dia a dia (proximidade do emprego, da escola, supermercados, farmácias, padarias, bancos e outros serviços).

Prepare-se para a checagem oficial do imóvel

Após cumprir todos os passos anteriores, chega a fase final: a vistoria oficial do imóvel. A Caixa Econômica designa um engenheiro ou arquiteto para avaliar o bem, a documentação, o valor máximo da compra, além de verificar se o proprietário atual ou o comprador da residência apresenta dívidas com o município, o estado ou a União. 

Com a vistoria e a documentação aprovadas, já é possível solicitar o saque do fundo. Vale lembrar que a instituição financeira libera o dinheiro diretamente para o proprietário do imóvel que está fazendo a venda para evitar fraudes.

A liberação pode demorar aproximadamente cinco dias, mas, considerando todos os processos que podem envolver a compra, como a liberação de um financiamento, o negócio pode demorar cerca de 60-90 dias para ser finalizado.

Agora, que você já sabe como utilizar o FGTS para comprar imóvel, confira se o seu caso se encaixa em todas as exigências e condições.

Tenha conhecimento dos impedimentos, providencie toda a documentação necessária, escolha um imóvel dentro do valor máximo exigido pela legislação, procure uma construtora idônea para fazer um bom investimento, prepare-se para a vistoria final e torne o seu sonho realidade. 

Gostou do conteúdo? Quer saber mais sobre o mercado imobiliário? Então, assine a nossa newsletter e receba em primeira mão mais informações sobre o tema.


COMPARTILHE

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM

Atenção ao prazo:Entrega do Imposto de Renda termina em 30 de abril

30 março, 2015 - Dicas e Lazer

A entrega deve ser feita até as 23h59min59 seg. Se for entregue à 0h de 1º de maio, já é considerado atraso, e o contribuinte terá de pagar multa de 1% do imposto devido ao mês. O valor mínimo é de R$ 165,74, e o máximo é de 20% do imposto devido.

LEIA MAIS

Cavernas

18 dezembro, 2015 - Dicas e Lazer

Paraíso exótico é aqui

LEIA MAIS

Vale a pena investir na compra de um apartamento de alto padrão?

05 setembro, 2017 - Dicas e Lazer

Afinal, vale a pena escolher um imóvel de alto padrão para sua família? Temos as respostas em nosso post! Confira!

LEIA MAIS